Marcas que Demarcam

Tatuagem, bodypiercing e culturas juvenis


 

 

 
A difusão da tatuagem e do body piercing tem sido visível em Portugal, nomeadamente entre as gerações mais jovens. Não sendo recente, o culto destas formas de expressão corporal tem merecido, ao longo do tempo, mais atenção da psicologia ou da psiquiatria do que da sociologia. “Marcos que Demarcam” propõe-se então compreender e interpretar sociologicamente os sentidos que os jovens de hoje investem na modificação do corpo através da tatuagem e do body piercing, deslindando o papel destes recursos na produção e manutenção de identidades a sociabilidades. Simultaneamente, caracteriza as condições sociais de produção de corpos extensivamente marcados a analisa os efeitos da sua assunção publica numa sociedade que exige um elevado grau de plasticidade identitária a de maleabilidade corporal dos seus actores a que, por consequência, vive com alguma relutância e preconceito a modificação corporal mais perene, em particular a que revisita e evoca figuras corporais histórica a socialmente estigmatizadas.

  • 343 pp.

Preço de Capa: €22.00
Nosso Preço: €19.80
Poupe: 10% menos

Adicionar ao Carrinho de Compras:

ISBN: 978-972-671-217-6
Publicado: 2009-01-01


Quem comprou este livro também comprou...




INSTITUTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS - UNIVERSIDADE DE LISBOA
Avenida Professor Aníbal de Bettencourt, 9 1600-189 LISBOA Telef: 217 804 700 - Fax: 217 940 274 Política de Privacidade