Capital Social e Jovens Originários dos PALOP em Portugal

Autor:   

 

 

 
Analisar a socialização e o capital social de jovens originários de Angola e de Cabo Verde em Portugal realça o carácter global da mobilidade contemporânea no espaço comunitário europeu, numa especificidade local que implica a gestão de identidades complexas, carregadas de significados inscritos na história das relações entre os países de origem e o país de residência. O capital social dos indivíduos, cujas características se pretendeu captar com o estudo que se apresenta, organiza as redes sociais de acordo com a história, a cultura e as identidades dos grupos considerados, gere as restrições no acesso aos recursos e aos direitos de cidadania, e estrutura as relações de dominação entre grupos.
Quais são então as características das redes que se organizam em torno da solidariedade e da confiança que permitem aos indivíduos em movimento a sua participação no desenvolvimento dos países envolvidos?

Marzia Grassi - Economista do desenvolvimento. Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa

  • 215 pp.

Preço de Capa: €15.00
Nosso Preço: €13.50
Poupe: 10% menos

Adicionar ao Carrinho de Compras:

ISBN: 978-972-671-242-8
Publicado: 2009-05-01




INSTITUTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS - UNIVERSIDADE DE LISBOA
Avenida Professor Aníbal de Bettencourt, 9 1600-189 LISBOA Telef: 217 804 700 - Fax: 217 940 274 Política de Privacidade